Água


Adução

Para conduzir a água captada nos mananciais até as estações de tratamento, o Saae possui um sistema de adução, formado por diversas adutoras. Saindo da represa do Clemente/Itupararanga são quatro adutoras que funcionam por gravidade – uma com 800 milímetros de diâmetro, duas com 500 milímetros e outra com 350 milímetros de diâmetro -, que juntas têm capacidade de captação de até 1.950 litros por segundo.

A partir da represa de Ipanema das Pedras, ou Ipaneminha, como é conhecida, são mais duas adutoras, sendo uma com 500 milímetros de diâmetro e a outra com 400 milímetros de diâmetro. Ambas têm aproximadamente 5.000 metros de extensão.

 

Distribuição

A partir dos reservatórios a água é distribuída à população por meio de uma malha subterrânea, composta por volta de 2.100 km de tubulações de diversos diâmetros e materiais, abastecendo um total de um total de aproximadamente 240.000  ligações de água

 

Manancias

São quatro os mananciais responsáveis pelo abastecimento de água em Sorocaba. As represas do Clemente/Itupararanga e a de Ipaneminha – que juntas correspondem a cerca de 80% do total captado -, a do córrego Piragibu-Mirim, que contribui com 4%. Já a captação de água no Rio Sorocaba (ETA Vitória Régia) corresponde a 15% e o 1% restante é proveniente de poços tubulares profundos, num total de 18 distribuídos pela cidade.

Clemente

Itupararanga

Pirajibu

Ipaneminha

Rio Sorocaba

Manutenção

Tão importante quanto as etapas de captação, adução e tratamento da água distribuída à população, é o sistema de manutenção do sistema de abastecimento desenvolvido pelo Saae, que para tanto possui equipes especializadas e equipamentos apropriados, atendendo a cidade 24 horas por dia, por meio do telefone gratuito 0800-7701195 e WhatsApp (15) 99850-3936.

 

Reservação

Após a água ser tratada ela é aduzida (levada) para diversos reservatórios distribuídos por toda a cidade. O Saae possui 43 centros de distribuição de água tratada, constituídos por 67 reservatórios, onde juntos têm a capacidade de armazenamento equivalente a 105.590.000 litros. São reservatórios térreos e elevados, dependendo das necessidades da região atendida.

Local Reservatórios Volume m³ (Térreo) Volume m³ (Elevado)
ETA – Cerrado 6 14.000 m³ 650 m³
Vila Barão 2 4.000 m³
Terra Vermelha 1 2.000 m³
Vila Santana 3 4.000 m³ 500 m³
Planalto 2 5.000 m³
Vila Haro 3 4.000 m³ 500 m³
Sevilha 2 2.000 m³ 150 m³
Parada do Alto 1 2.000 m³
São Bento – Centro 1 2.000 m³
Maria Eugênia 2 7.000 m³
Central Parque 2 5.000 m³
Pq. Campolim 1 2.000 m³
João Romão 1 2.000 m³
Sorocaba 1 2 4.000 m³
YKK 2 4.000 m³
Asturias 1 465 m³
ETA – Éden 2 800 m³
Vitória Régia 1 350 m³
Parque São Bento 2 4.000 m³ 700 m³
Novo Eldorado 1 2.000 m³  
Granja Olga 2 300 m³ 80 m³
Fazenda Imperial 2 110 m³ 50 m³
Cajurú 1 2.000 m³
Aparecidinha 1 2.000 m³
Iporanga 2 2.000 m³ 500 m³
Vale do Lago 1   120 m³
Horto Florestal 1 2.000 m³
Nikkey 2 2.000 m³ 120 m³
Parque Tecnológico 1 5.000 m³
Palamidese 2   300 m³
Faz. Jequitibá 1   150 m³
Bom Jesus 1   50 m³
Brigadeiro Tobias 1 2.000 m³
Conceição 1 50 m³
Novo Éden 1 2.000 m³
Herbert de Souza 2 5.000 
Carandá 1 2.000 m³
Altos Ipanema  1 2.000 m³
Ipatinga 1 2.000 m³
Dacha 1  
UFSCAR 1 270 m³
Genebra 1 250 m³
Campininha 1 125
Total 67 100.725 m³ 4.865 m³
105.590 m³

 

Telemetria

Telemetria consiste na aquisição, à distância, de dados referentes ao funcionamento de determinado equipamento ou instrumento. No caso do Saae/Sorocaba, podemos exemplificar com a telemedição de níveis de reservatórios. Por sua vez, telecomando é a operação à distância, sobre um determinado equipamento ou instrumento, fazendo com que ocorra uma mudança de estado no mesmo, como por exemplo, abrir e fechar válvulas, ligar e desligar motores e bombas.

Implantado em 1996, o sistema de telemetria do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae) é hoje fundamental para a manutenção da qualidade dos serviços oferecidos pela autarquia à população. Por meio desse sistema, é garantida a velocidade de resposta nos serviços, economia, segurança e principalmente qualidade do produto final.

Instalada na sede da autarquia, na Avenida Comendador Camillo Julio, a central de telemetria controla toda a captação, reservação e macrodistribuição da água em Sorocaba. Por meio de um sistema de transmissão via ondas de rádio – considerado um dos mais seguros para a transmissão de dados -, os operadores monitoram 24 horas por dia o nível dos reservatórios, a pressão da água, as linhas de adução aos reservatórios, a existência de grandes vazamentos e outros dados importantes para a operação do sistema de distribuição de água tratada como um todo, composto por 1.800 km de tubulações de diversos diâmetros e materiais; um total de aproximadamente 240.000  ligações de água; três estações de tratamento (Cerrado,  Éden e Vitória Régia) e 67 reservatórios distribuídos pela cidade, que juntos somam 105.590 m³.

Através do telecomando – operado por terminais de computador – são monitoradas as estações de tratamento e todos os reservatórios de água existentes na cidade, ligando e desligando motores e bombas, abrindo e fechando válvulas num simples clicar de mouse, de acordo com as necessidades, tudo isso comandado por meio da nossa central de operações, para garantir à população um atendimento de qualidade 24 horas por dia.

 

SISTEMA DE ÁGUA – FLUXO

Sistema Telemetria – SAAE Entradas de Água Bruta – ETA-Cerrado
Reservatório Vila Barão Reservatório Maria Eugênia

 

Tratamento

O Saae possui três Estações de Tratamento de Água: a ETA Dr. Armando Pannunzio (ETA/Cerrado), ETA Eng. Celso Eufrásio Monteiro (ETA/Éden) e a ETA Vitória Régia. A ETA/Cerrado está localiza da na avenida General Carneiro, no bairro do Cerrado, e é a principal da cidade, do tipo convencional. 

Por sua vez, a ETA/Éden está localizada na rua Pereira da Fonseca, no bairro do Éden, sendo responsável pelo abastecimento dos bairros do Éden, Aparecidinha, Cajuru e grande parte da zona industrial do município. Assim que chega à estação, a água passa por um processo específico de tratamento, que envolve a pré-desinfecção, eliminando micro-organismos; fluoretação; coagulação e floculação; decantação; correção de pH e por fim a filtragem. Somente depois de todo esse processo a água é distribuída à população.

ETA Vitória Régia

Já ETA Vitória Régia, a qual, está localizada na Avenida Antonio Silva Saladino, no bairro Vitória Régia, destaca-se o tratamento da água à base de ozônio, empregado por meio de tecnologia inovadora e pioneira na América Latina. Essa ETA reforçou a distribuição de água tratada não apenas na Zona Norte e na Zona Industrial, como se tornou também uma alternativa auxiliar no abastecimento de toda a cidade, pois está ligada ao sistema do município, por meio de 10 quilômetros de novas adutoras. 

A água distribuída em Sorocaba é uma das melhores do País. Para garantir essa excelência, o Saae conta com laboratórios, onde técnicos especializados trabalham na análise da água que está sendo tratada e monitoram constantemente sua qualidade.