Ganha forma a ETA que vai tratar água do rio Sorocaba para consumo

sexta-feira, 11 de Maio de 2018


Beber água do rio Sorocaba será realidade para toda a população, ao
término das obras que avançam em ritmo acelerado, no Parque Vitória Régia

A população vai beber água potável do rio Sorocaba em três anos. Com 8,5% das obras realizadas, a Estação de Tratamento de Água (ETA) em construção no bairro Vitória Régia começa a ganhar forma. Após 21 anos do início do processo de despoluição do rio, a ETA Vitória Régia fará a captação e o tratamento da água do rio Sorocaba, tornando apta para o consumo. E ainda vai reduzir a dependência da cidade da água trazida pelas adutoras da Serra de São Francisco. “Em nossa administração o Saae-Sorocaba segue cumprindo o plano diretor e amplia a infraestrutura para atender às demandas das próximas décadas”, declara o prefeito José Crespo.

O diretor-geral do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva, explica que de todo o projeto, 40% corresponde à obra construtiva e os demais 60% será em instalação de equipamentos. Neste momento, quase a metade (40%) do correspondente à obra construtiva estão realizados. Toda a parte estrutural do prédio administrativo foi concluída; 20% do reservatório de água já está pronto; e 40% do bloco hidráulico foi executado. O bloco hidráulico é composto pelo decantador, floculador, filtros e o ozonizador. “Das 800 toneladas de aço que serão utilizados na fase construtiva, 400 toneladas (50%) já estão aplicadas”, informa o diretor-geral Ronald.

Após a obra civil será realizada a montagem das tubulações, equipamentos mecânicos e instalações elétricas. Todos os trabalhos estão sendo executados pela empresa Gel Engenharia. As obras iniciaram em outubro do ano passado, com a terraplanagem dos seus 166 mil metros quadrados de área, na avenida Antônio Saladino. A cerca de três quilômetros dali, na margem do rio Sorocaba, neste mesmo momento é feita a terraplanagem no ponto onde será instalada a estrutura para a retirada (captação) da água para ser tratada na ETA. Por meio de bombas ela será transportada pela adutora enterrada e em área segura, até a ETA Vitória Régia.

Em 2021, essa estação fornecerá 750 litros por segundo de água tratada com excelente qualidade para o consumo dos sorocabanos. Com a ampliação já prevista, chegará a 1.500 litros por segundo. Esse volume corresponde a 60% de toda a água servida hoje para a população, tratada na ETA Cerrado e ETA Éden. Com o investimento de quase R$ 78 milhões, a ETA Vitória Régia está sendo equipada com tecnologia de ponta em saneamento: tratamento a base de ozônio, que garante a melhor qualidade final para a água potável.

Toda a cidade será beneficiada com ETA Vitória Régia, já que o sistema de distribuição que ela alimentará será interligado à infraestrutura já existente, trabalhando de forma integrada e distribuindo o recurso também para as regiões da cidade que hoje são abastecidas com a água proveniente das represas do Clemente (Itupararanga) e Ipaneminha, tratadas pela ETA Cerrado e da represa do Ferraz, tratada na ETA Éden.

O valor exato investido na ETA Vitória Régia é de R$ 77.956.527,01, com recursos que incluem financiamento do programa Saneamento para Todos e CPAC, do Governo Federal, contrapartida de recursos próprios do Saae-Sorocaba e financiamento pela Caixa Econômica Federal.

Leandro Nogueira
Assessor de imprensa do Saae-Sorocaba
(15) 9-8158-0311

Crédito das fotos – Rafael Baddini
Secretaria de Comunicação e Eventos da Prefeitura de Sorocaba