logo
/

Minha conta chegou com valor alto. O que devo fazer?

Caso você tenha recebido a sua conta mensal apontando consumo muito acima da sua média, existem basicamente quatro fatores que podem ter contribuído para que isso tenha ocorrido:

  • Vazamento nas instalações hidráulicas do imóvel;
  • Mudança na rotina de utilização de água pelos moradores;
  • Erro de leitura;
  • Problemas no funcionamento do hidrômetro

No caso de possível vazamento interno, realize o teste básico, seguindo esses passos:

  1. À noite, quando todos no imóvel forem dormir e a água não for mais utilizada, vá até o hidrômetro e anote todos os números do mostrador, sem mexer no registro.
  2. Na manhã seguinte, antes de abrir qualquer torneira, verifique novamente os números do mostrador do hidrômetro e anote.
  3. Repita esse procedimento por três dias seguidos e caso haja alteração dos números de um dia para o outro é indício de que a água está “escapando” por vazamento na instalação hidráulica interna do imóvel.
  4. Constatado o indício de vazamento, contrate um profissional encanador de sua confiança para que o vazamento possa ser localizado e corrigido.
  5. Para que posteriormente você possa requerer junto ao Saae/Sorocaba a revisão das contas que chegaram com valores altos devido ao alto consumo provocado pelo vazamento, registre o mesmo, fotografando o conserto e guardando notas fiscais de compra de material utilizado e recibo da mão-de-obra contratada, para apresentação na Central de Atendimento do Jardim Santa Rosália ou nos Postos de Atendimento localizados nas Casas do Cidadão (avenidas Ipanema e Itavuvu, Éden, Brigadeiro e Jardim Ipiranga).

Se depois do teste básico ficar constatado que não há indício de vazamento e se a rotina de utilização da água não foi alterada em seu imóvel, como por exemplo, aumento do número de moradores; construção de piscina ou utilização de piscina plástica; ou qualquer atividade extra que possa ter refletido em maior consumo mensal, solicite verificação junto ao Saae/Sorocaba sobre possível erro de leitura, o que pode ser feito pessoalmente em um dos postos de atendimento, ou de forma on line, via fale@saaesorocaba.sp.gov.br. Caso o erro seja constatado, a correção será feita e uma nova conta será gerada.

No caso de ficar constatado que não houve erro de leitura, o próximo passo é verificar o funcionamento do hidrômetro. Se o aparelho tiver mais do que 5 anos de uso, o Saae/Sorocaba vai substituí-lo por um novo, levando o antigo para a bancada de aferição. Sendo constatados problemas de funcionamento, as contas serão revisadas. Caso o hidrômetro tenha menos do que 5 anos de uso, o mesmo também pode ser substituído e aferido, porém somente a pedido do interessado, e caso o laudo aponte normalidade no seu funcionamento a autarquia lançará o valor correspondente aos serviços de substituição e aferição (R$ 126,52).